• Plano Pastoral 2016 2017
  • Imagem Páscoa
  • Imagem peregrina São Romão

Pe. Manuel Domingues dos Santos

Breve Biografia

Pe. Manuel Domingues dos Santos

O dia 11 de Abril de 1943 foi um dia especial para Manuel Domingues dos Santos e Augusta Francisca Domingues pois viram, na freguesia de Lavra, concelho de Matosinhos, nascer o Pe. Manuel Domingues dos Santos.

Foi em Lavra que o Pe. Manuel Rodrigues dos Santos aprendeu as primeiras letras na sua escola primária. Foi também nesta freguesia, pelas mãos do Pe. António Francisco Ramos, que recebeu a 1.ª Comunhão e a Profissão de Fé.

Mais tarde, fez exame de admissão no Liceu D. Manuel II no Porto. Actualmente este liceu denomina-se Rodrigues de Freitas. Fez também exame de admissão ao Seminário do Sagrado Coração de Jesus em Vila Nova de Gaia.

Ao longo da sua vida, frequentou o Colégio de Ermesinde, o já dito anteriormente – Seminário do Sagrado Coração de Jesus, o Seminário de Vilar e o Seminário Maior (na Sé).

Terminado o curso em 1968, recebeu ordens menores e o subdiaconado.

O estágio teve o seu lugar em Aldoar – Porto, tendo recebido o diaconado pelas mãos de D. Florentino de Andrade e Silva. O presbiterado aconteceu a 26 de Outubro de 1969 na Sé Catedral do Porto pelo Bispo D. António Ferreira Gomes.
Após a ordenação, até Dezembro do mesmo ano, Aldoar continuou a ser o recanto do Pe. Manuel dos Santos.

Da sua história de vida fazem parte a sua passagem pela paróquia do Bonfim, no Porto, como coadjutor, na qual permaneceu até Junho de 1970.

Nesse mesmo ano, seguiu-se a sua nomeação como pároco de São Miguel de Canelas e São Martinho de Esfinca, no Concelho de Arouca, onde permaneceu por dez anos.

Já em Junho de 1979 viu a sua nomeação recair sobre São Mamede do Coronado e São Cristovão do Muro, à data concelho de Santo Tirso, actual concelho da Trofa. A tomada de posse deu-se a 21 de Outubro de 1979 e vigora até aos dias de hoje.

Entretanto no ano 2000, após a resignação, por motivos de doença e devido à idade avançada, do pároco de Santa Maria de Alvarelhos, concelho da Trofa, assumiu a paroquialidade da mesma até Fevereiro de 2001.

Em 2007 assumiu, após dispensa da paroquialidade do respectivo pároco – Pe. Lucindo Silva – a paróquia de São Romão do Coronado, concelho da Trofa. A nomeação ocorreu a 30 de Julho e a tomada de posse teve lugar a 9 de Setembro.

Leituras do dia

  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Livro de Juízes 2,11-19.
    Naqueles dias, os filhos de Israel procederam mal aos olhos do Senhor e prestaram culto aos ídolos. Abandonaram o Senhor, Deus dos seus pais, que os tinha feito sair da terra do Egipto, e seguiram outros deuses dos povos vizinhos; adoraram-nos e provocaram a indignação do Senhor. Abandonaram o Senhor e prestaram culto a Baal e a Astarté. A ira do Senhor inflamou-se contra os israelitas. O Senhor deixou-os à mercê de salteadores que os saquearam, entregou-os nas mãos dos inimigos que os rodeavam e a quem nunca mais puderam resistir. Em todas as suas expedições, a mão do Senhor estava contra eles, como o Senhor tinha dito e jurado. E assim se viram na maior aflição. Então o Senhor suscitava juízes, que livravam os israelitas das mãos dos salteadores. Mas eles nem sequer escutavam os juízes: prostituíam-se no culto de outros deuses e prostravam-se diante deles. Depressa se desviaram do caminho que seus pais tinham seguido, na obediência aos mandamentos do Senhor. Mas eles não os imitavam. Quando o Senhor lhes suscitava um juiz, o Senhor estava com o juiz. Salvava-os das mãos dos inimigos durante o tempo em que o juiz vivia, porque o Senhor compadecia-Se quando eles gemiam por causa dos seus opressores e tiranos. Mas quando o juiz morria, voltavam a corromper-se mais do que os seus pais, seguindo outros deuses, prestando-lhes culto e prostrando-se diante deles, sem abandonarem as suas más ações nem o seu comportamento perverso.
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Livro de Salmos 106(105),34-35.36-37.39-40.43ab.44.
    Não exterminaram os povos, como o Senhor lhes tinha mandado, Andaram com os pagãos e imitaram os seus costumes. Prestaram culto aos seus ídolos, que foram para eles uma armadilha. Imolaram aos demónios seus filhos e suas filhas. Contaminaram-se com as suas próprias obras, prostituíram-se com seus crimes. Por isso se inflamou a ira do Senhor contra o seu povo e Ele abominou a sua herança. Muitas vezes Deus os libertou, mas eles mostraram-se rebeldes nos seus caprichos e mergulharam sempre mais na sua maldade. Contudo, Ele reparou na sua aflição e ouviu os seus lamentos.  
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 :
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Evangelho segundo S. Mateus 19,16-22.
    Naquele tempo, aproximou-se de Jesus um jovem, que Lhe perguntou: «Mestre, que hei de fazer de bom para ter a vida eterna?». Jesus respondeu-lhe: «Porque Me interrogas sobre o que é bom? Bom é um só. Mas se queres entrar na vida, guarda os mandamentos». Ele perguntou: «Que mandamentos?». Jesus respondeu-lhe: «Não matarás, não cometerás adultério; não furtarás; não levantarás falso testemunho; honra pai e mãe; ama o teu próximo como a ti mesmo». Disse-lhe o jovem: «Tudo isso tenho eu guardado. Que me falta ainda?». Jesus respondeu-lhe: «Se queres ser perfeito, vende o que tens e dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus. Depois vem e segue-Me». Ao ouvir estas palavras, o jovem retirou-se entristecido, porque tinha muitos bens.