• Plano Pastoral 2016 2017
  • Imagem Páscoa
  • Imagem peregrina São Romão

Oração da Igreja pela Vida Consagrada

Ano da Vida Consagrada

Vem, Espírito Criador, com a graça multiforme,
iluminar, vivificar e santificar a tua Igreja!

Unida no louvor, ela Te agradece
o dom da Vida Consagrada, concedido e confirmado
na novidade dos carismas ao longo dos séculos.
Guiados pela tua luz e radicados no batismo,
homens e mulheres, atentos aos teus sinais na história,
enriqueceram a Igreja,
vivendo o Evangelho no seguimento de Cristo
casto e pobre, obediente, orante e missionário.

Vem, Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho!

Pedimos-Te que conserves na fidelidade
todos os consagrados;
que eles vivam o primado de Deus nas realidades humanas,
a comunhão e o serviço entre as pessoas,
a santidade no espírito das bem-aventuranças.

Vem, Espírito Paráclito, amparo e consolação do teu povo!

Infunde nos consagrados a bem-aventurança dos pobres
para que caminhem na senda do Reino.
Dá-lhes um coração consolador
para que enxuguem as lágrimas dos últimos.
Ensina-lhes a força da mansidão
para que neles brilhe a Senhoria de Cristo.
Acende neles a profecia evangélica
para que abram caminhos de solidariedade
e saciem expectativas de justiça.
Derrama nos seus corações a tua misericórdia
para que sejam ministros de perdão e de ternura.
Reveste a sua vida com a tua paz
para que, nas encruzilhadas do mundo,
possam falar da bem-aventurança dos filhos de Deus.
Fortifica os seus corações nas adversidades e tribulações;
que eles se alegrem com a esperança do Reino futuro.
Associa à vitória do Cordeiro os que, por amor de Cristo
e do Evangelho, estão marcados com o selo do martírio.

Possa a Igreja, nestes seus filhos e filhas,
descobrir a pureza do Evangelho
e a alegria do anúncio que salva.
Maria, primeira discípula e missionária,
Virgem que Se fez Igreja,
interceda por nós.

Ámen.
(Papa Francisco)

Leituras do dia

  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Livro de Juízes 2,11-19.
    Naqueles dias, os filhos de Israel procederam mal aos olhos do Senhor e prestaram culto aos ídolos. Abandonaram o Senhor, Deus dos seus pais, que os tinha feito sair da terra do Egipto, e seguiram outros deuses dos povos vizinhos; adoraram-nos e provocaram a indignação do Senhor. Abandonaram o Senhor e prestaram culto a Baal e a Astarté. A ira do Senhor inflamou-se contra os israelitas. O Senhor deixou-os à mercê de salteadores que os saquearam, entregou-os nas mãos dos inimigos que os rodeavam e a quem nunca mais puderam resistir. Em todas as suas expedições, a mão do Senhor estava contra eles, como o Senhor tinha dito e jurado. E assim se viram na maior aflição. Então o Senhor suscitava juízes, que livravam os israelitas das mãos dos salteadores. Mas eles nem sequer escutavam os juízes: prostituíam-se no culto de outros deuses e prostravam-se diante deles. Depressa se desviaram do caminho que seus pais tinham seguido, na obediência aos mandamentos do Senhor. Mas eles não os imitavam. Quando o Senhor lhes suscitava um juiz, o Senhor estava com o juiz. Salvava-os das mãos dos inimigos durante o tempo em que o juiz vivia, porque o Senhor compadecia-Se quando eles gemiam por causa dos seus opressores e tiranos. Mas quando o juiz morria, voltavam a corromper-se mais do que os seus pais, seguindo outros deuses, prestando-lhes culto e prostrando-se diante deles, sem abandonarem as suas más ações nem o seu comportamento perverso.
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Livro de Salmos 106(105),34-35.36-37.39-40.43ab.44.
    Não exterminaram os povos, como o Senhor lhes tinha mandado, Andaram com os pagãos e imitaram os seus costumes. Prestaram culto aos seus ídolos, que foram para eles uma armadilha. Imolaram aos demónios seus filhos e suas filhas. Contaminaram-se com as suas próprias obras, prostituíram-se com seus crimes. Por isso se inflamou a ira do Senhor contra o seu povo e Ele abominou a sua herança. Muitas vezes Deus os libertou, mas eles mostraram-se rebeldes nos seus caprichos e mergulharam sempre mais na sua maldade. Contudo, Ele reparou na sua aflição e ouviu os seus lamentos.  
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 :
  • Segunda-feira, dia 21 de Agosto de 2017 : Evangelho segundo S. Mateus 19,16-22.
    Naquele tempo, aproximou-se de Jesus um jovem, que Lhe perguntou: «Mestre, que hei de fazer de bom para ter a vida eterna?». Jesus respondeu-lhe: «Porque Me interrogas sobre o que é bom? Bom é um só. Mas se queres entrar na vida, guarda os mandamentos». Ele perguntou: «Que mandamentos?». Jesus respondeu-lhe: «Não matarás, não cometerás adultério; não furtarás; não levantarás falso testemunho; honra pai e mãe; ama o teu próximo como a ti mesmo». Disse-lhe o jovem: «Tudo isso tenho eu guardado. Que me falta ainda?». Jesus respondeu-lhe: «Se queres ser perfeito, vende o que tens e dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus. Depois vem e segue-Me». Ao ouvir estas palavras, o jovem retirou-se entristecido, porque tinha muitos bens.